Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1291
Bette Midler em "I'll Eat you Last" - Funny Girl

Crítica

Published on junho 28th, 2013 | by Miriam Spritzer

0

Bette Midler em “I’ll Eat you Last”

Encerra neste domingo uma das melhores peças que esteve em cartaz na Broadway este ano. I’ll Eat you Last, estrelada por Bette Midler e dirigida pro Joe Mantello, conta a história da lendária agente de atores Sue Mengers, conhecida por criar dinner-parties de dar inveja em Hollywood.

One of Broadway's biggest stars is back — as one of Hollywood's biggest star-makers! BETTE MIDLER returns to Broadway as the legendary Hollywood superagent in I'LL EAT YOU LAST: A Chat with Sue Mengers.  For over 20 years, Sue's clients were the talk oSue Mengers talvez não seja um nome conhecido para o público geral, mas de fato é um prato cheio de histórias interessantes de Hollywood. Ela era uma das maiores agentes de talentos, com clientes de grandes nomes de Hollywood, entre eles Barbra Streisand, Burt Reynolds, Faye Dunaway, Ali McGraw, Mike Nichols, Gore Vidal, Bob Fosse, Cher e Candice Bergen. De acordo com o pequeno texto escrito no playbill da peça, Mengers era uma celebrity snob, gostava apenas de grandes celebridade nas suas festas e adorava uma fofoca, mas mais do que tudo era um tubarão nas negociações. No texto da peça a personagem explica que ama “the business of the business”.

A peça é um monologo de 80 minutos, em que Sue está literalmente sentada na sala de sua casa contando histórias sobre os seus sucessos e fracassos profissionais e pessoais enquanto espera uma ligação de Barbra Streisand. A falta de ação física e o fato de ser um monologo pode diminuir o ritmo da trama e, consequentemente, assustar o público, por isso o texto – de John Logan – merece grande destaque. A trama é extremamente bem escrita e  a cada conto gera diferentes reações emocionais da plateia, além de possuir muitas frases de efeito (tradicionais de Sue Mengers). Para quem não puder assistir a peça, é um MUST READ!

beeA escolha da atriz Bette Midler para a personagem não poderia ser mais certa! Só ela poderia ser esnobe e carismática ao mesmo tempo, levando a dramaticidade e o senso de humor que a personagem exige, assim como mantendo uma presença de palco incomparável. Mesmo sentada o espetáculo inteiro, ela ganha a atenção do público no primeiro olhar. Além disso, é interessante ouvir Midler interpretar alguém que ela conheceu, falando de pessoas com quem ela convive.

Bette soube trazer elementos de Sue que mostravam a sua ansiedade e inseguranças, ao mesmo tempo em que falava de seus sucessos profissionais e se considerava a melhor agente. A forma como fumava um cigarro atrás do outro e comia compulsivamente mostrava um lado mais vulnerável da lendária agente.

Eu sou uma grande fã de Joe Mantello e a peça apenas aumentou a minha admiração pela direção dele. O timming de toda a trama foi muito bom, a peça de nenhuma forma ficou monótona e o diretor ainda soube aproveitar ao máximo o que Bette Midler tinha para oferecer a produção.

Tags: , , , , , , , ,


About the Author

Apaixonada por New York e pela Broadway, sou aquela pessoa que vê cinco peças em um fim de semana, acompanha revistas e sites de moda e frequenta o MOMA mais do que a academia. Além de correspondente do Funny Girl na Big Apple, trabalho em coaching e vivo pelo mundo competitivo das performing arts como cantora, atriz e ex-bailarina clássica.



Comments are closed.

Back to Top ↑