Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1291
Crítica: "Clube de Compras Dallas" - Funny Girl

Cinema clube de compras dallas

Published on fevereiro 13th, 2014 | by Maiara Tissi

1

Crítica: “Clube de Compras Dallas”

O que você faria se soubesse que só tem mais 30 dias de vida? É essa questão que o cowboy Ron se recusa a responder ao ser diagnosticado com o vírus HIV no ano de 1985 na cidade texana de Dallas. Baseado em história real, Clube de Compras Dallas apresenta a trama – ou o drama – de Ron Woodroof (Matthew McConaughey), homem que vivia em meio a rodeios e mulheres e descobre ter AIDS em uma cidade machista onde a doença parecia exclusividade dos homossexuais ou viciados em drogas.

dallasSem se importar com as recomendações médicas da Dra. Eve (Jennifer Garner), Ron busca seu próprio tratamento e encontra em uma espelunca no México um método que pode ajudar não apenas a ele como a todo um grupo de pacientes insatisfeitos com o hospital local. Entre seu lado solidário e mercenário, juntamente com seu novo amigo e parceiro de negócios Rayon (Jared Leto), está feito, então, o Clube de Compras Dallas.

O longa dirigido por Jean-Marc Vallée (A Jovem Rainha Victoria) impressionou e virou notícia desde suas gravações, quando flagraram o ator Matthew McConaughey extremamente magro por baixo de seu figurino de cowboy fora da lei. As atenções viradas para o filme ganharam cada vez mais força desde então e até Liza Minelli afirmou que  se McConaughey não levasse uma estatueta do Oscar para casa este ano, ela mesma daria a sua para ele.

Os olhares admirados para o ator não são por acaso, afinal, sua carreira teve início em comédias bobas e por anos seu nome foi diretamente relacionado ao “gostoso sem camisa de filmes água com açúcar”. Seja qual tenha sido seu planejamento de carreira em Hollywood, o fato é que suas últimas escolhas surpreenderam público e crítica e sua atuação atingiu um nível inesperado. Jornada que chega ao ápice agora, após um incrível trabalho no longa Killer Joe – Matador de Aluguel no ano passado, com a transformação corporal e psicológica de Ron Woodroof.

clube de compras dallasPara acompanhar tamanha interpretação, o ator/roqueiro Jared Leto não apenas manteve a qualidade de seu colega como, ouso dizer, a superou. Talvez mais conhecido como o front man da banda 30 Seconds to Mars, Leto já esteve no elenco de longas famosos como Clube da Luta, O Quarto do Pânico e O Senhor das Armas, mas encarna em Clube de Compras Dallas seu primeiro papel de destaque, após quatro anos longe das telonas. Quase irreconhecível como Rayon, ele se entrega em uma atuação admirável e consistente.

Indicado para nada menos do que seis categorias no Oscar, incluindo Melhor Filme, e já prestigiado em todas as outras premiações do cinema que aconteceram neste ano, o maior trunfo de Clube de Compras Dallas está realmente em seus atores, porém o longa possui, sim, outros méritos como roteiro, fotografia e trilha sonora, também são dignos de atenção e reconhecimento. Essa composição de detalhes leva o espectador em uma história de superação das mais loucas e inesperadas ao seguir um homem sem fé e com pouca dignidade que prefere mudar convicções a aceitar o destino que lhe foi dado.

Tags: , , , , , , , , , ,


About the Author

Criadora e editora-chefe do site Funny Girl. Apesar de ter prestado vestibular para Rádio e TV e adorar dar uma de jornalista, Maiara é cineasta por formação. Residente em São Paulo, suas grandes paixões são o cinema e o teatro, embora também não resista a um bom livro e seja levemente viciada em seriados de televisão.



One Response to Crítica: “Clube de Compras Dallas”

  1. Pingback: Os Indicados ao Oscar 2014! - Funny Girl

Back to Top ↑