Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Crítica: "Kick-Ass 2" - Funny Girl

Cinema KICK ASS CRITICA

Published on outubro 23rd, 2013 | by Maiara Tissi

1

Crítica: “Kick-Ass 2”

5684_D041_00008_R2_V3Dave Lizewski é um garoto como outro qualquer que passa seu tempo entre escola e vídeo games e um belo dia decide se tornar um super-herói. Sua história ganhou notoriedade através do filme de 2010 dirigido por Matthew Vaughn, Kick Ass – Quebrando Tudo, baseado na HQ homônima pouco conhecida até então. A adaptação conquistou fãs tanto para as publicações já existentes quanto para as que ainda estavam por vir: a sequencia baseada na personagem Hit Girl, “parceira” de Kick Ass, e mais uma terceira publicação, que originou o filme Kick-Ass 2, atualmente em cartaz nos cinemas brasileiros.

Diferente do que se possa imaginar sobre um enredo centralizado em um adolescente nerd que decide “brincar” de ser super-herói e sua pequena amiga que mal deixou a infância, Kick-Ass é sanguinolento e nenhum pouco inocente. Enquanto em sua primeira parte o espectador é apresentado aos personagens e a este universo em que criança não é sinônimo de fragilidade, em sua segunda parte este mundo se amplia. Agora todos conhecem o herói comum que sai de sua vida ordinária para lutar por uma sociedade melhor e se inspiram nele para serem seus próprios super-heróis.

5684_D032_00038_CROPSurge, então, a Liga da Justiça Para Sempre, um grupo com os mais diferentes sujeitos que liderados pelo ex mafioso e agora “Homem de Deus” Coronel Star and Stripes (Jim Carrey) se reúnem a Kick-Ass (Aaron Taylor-Johnson) para combater não apenas os criminosos que passarem na frente como também a gangue de Motherfucker (Christopher Mintz-Plasse), nova identidade de RedMist, quem deixa de lado sua admiração por Kick-Ass e se alimenta da sede de vingança pelo fim trágico de seu pai. Enquanto isso Hit Girl (Chloë Grace Moretz) está sob custodia de padrasto, o Detetive Marcus Williams (Morris Chestnut), e a pedido dele tenta se encaixar nos estereótipos e na rotina de uma típica adolescente americana, indo a escola, se juntando ao grupo dos populares e, claro, sentindo suas primeiras atrações físicas e amorosas, o que eventualmente leva sua relação com Dave a um outro patamar.

Kick-Ass 2 desenvolve bem seus personagens já conhecidos e acrescenta ainda mais dificuldade nos desafios particulares de cada um, assim como apresenta um círculo de novos personagens e situações tanto para Kick-Ass, quanto para Hit Girl e Motherfuker. Sendo fiel a sua HQ, a violência também aumenta consideravelmente em quantidade e profundidade, concluindo a evolução entre o primeiro filme e o recente lançamento. Se conseguirem seguir esta linha, já podem encomendar o terceiro!

Acesse:

GALERIA DE FOTOS

Tags: , , , , , , , , , , , ,


About the Author

Criadora e editora-chefe do site Funny Girl. Apesar de ter prestado vestibular para Rádio e TV e adorar dar uma de jornalista, Maiara é cineasta por formação. Residente em São Paulo, suas grandes paixões são o cinema e o teatro, embora também não resista a um bom livro e seja levemente viciada em seriados de televisão.



One Response to Crítica: “Kick-Ass 2”

  1. Pingback: Galeria: "Kick-Ass 2" - Funny Girl

Back to Top ↑