Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1291
Especial “Os Miseráveis”: A Influência de Les Mis - Funny Girl

Cinema

Published on janeiro 28th, 2013 | by Miriam Spritzer

2

Especial “Os Miseráveis”: A Influência de Les Mis

Não é de se estranhar que um musical com tantos anos em cartaz e conhecido no mundo inteiro vire assunto e se transforme em referência em outras obras, seja no teatro, na televisão ou no cinema. Les Miserables conquistou o coração de milhões de pessoas, criou uma fan base e garantiu seu espaço no mercado, e não apenas audiovisual. Confira alguns lugares por onde a peça deixou sua marca:

southSouth Park e Les Mis

Os criadores de South Park, Matt Stone e Trey Parker, são grandes fãs do musical e sempre que podem fazem uma homenagem à peça. O nome da dupla de televisão Terrance and Philip, por exemplo, vem de Terrance Mann e Philip Quast, atores que já interpretaram Javert em diferentes montagens da peça.

A relação de Stone e Parker com a história ficou bastante perceptível principalmente no filme South Park: Bigger, Longer & Uncut. Não há apenas diversas referências, como também algumas cenas do longa são definitivamente tiradas da peça. “La Resistance” e “Tomorrow Night” são praticamente “Do you Hear the People Sing” e “One Day More!”.  Os fãs também podem reconhecer “Little Fall Of Rain” e o personagem Mole, que usa uma roupa igual a de Enjolras no primeiro ato.

Aliás, sua semelhança com Aaron Tveit é inegável! haha

south2

Les Mis na TV

dreamed-a-dream17A trilha de Os Miseráveis foi ouvida pelo mundo inteiro quando a participante do British Got Talent, Susan Boyle, cantou a música “I Dreamed a Dream” em sua audição e espantou a todos com sua voz. Mas essa não foi a primeira nem a última vez que programas de televisão utilizaram das tocantes canções do musical.

Foram vários os seriados que pegaram emprestado as músicas de Les Mis, desde Sienfield com George Costanza cantando “Master of the House” (durante o episódio “The Jacket” inteiro) até Dawson’s Creek, em que a personagem Joey Porter canta “On My Own” em um concurso de beleza e ainda teve a música como tema das chamadas comerciais da série durante anos.

Em Will and Grace não foram poucas as referências ao musical, contendo até mesmo  citações ao musical, como neste texto de Will: “My mother hates the musical theater. I took her to see Les Miz and she said “Oh please dear. In real life the poor people never sing that much.” – Will.

Porém, se existe um seriado americano atualmente no ar que não poderia ter ficado ser Os Miseráveis, este é Glee! E não ficou. A protagonista Rachel Berry foi a responsável por cantar tanto “On My Own” quanto “I Dreamed a Dream”, esta última em um dueto com sua mãe, interpretada por Idina Menzel.

Até os atores Neil Patrick Harris e Jason Segel provaram ser fãs do musical ao interpretar uma parte da peça em plena entrevista a um programa de televisão americano:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=EhXsJjVdj1E]

   


Eu Quero!

Que tal um barrycake no seu aniversário?

barricake

Para finalizar, um tênis personalizado! Esse é para colocar na lista de most-wanted.

les_miserables_converse_by_dsadams101-d5ayvd5

Tags: , , , , , , , , ,


About the Author

Apaixonada por New York e pela Broadway, sou aquela pessoa que vê cinco peças em um fim de semana, acompanha revistas e sites de moda e frequenta o MOMA mais do que a academia. Além de correspondente do Funny Girl na Big Apple, trabalho em coaching e vivo pelo mundo competitivo das performing arts como cantora, atriz e ex-bailarina clássica.



2 Responses to Especial “Os Miseráveis”: A Influência de Les Mis

  1. Talvany Carlotto says:

    Eu não sabia desse do “Seinfeld”, vou procurar. E esse barrycake tu ganhou no teu níver de 15, Miriam? huauheauhauhe

  2. Miriam Spritzer says:

    Hahahaha Talvany, I wish!!! Não, esse foi um achado da internet. Mas no meu bolo de 18 anos tinham algumas referências!

Back to Top ↑