Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Inside the Tony Awards - Funny Girl

Diretamente de NY DSC00069

Published on junho 11th, 2013 | by Miriam Spritzer

0

Inside the Tony Awards

Na noite deste domingo, a maior premiação teatral americana, o Tony Awards retornou ao seu lar no Radio City Music Hall! A felicidade de estar de volta a este grande teatro, após dois anos, era explicita na cara dos membros da American Theatre Wing. Sem contar na de Neil Patrick Harris, que apresentou o show pela terceira vez consecutiva – e pela primeira na verdadeira casa do TONY. O ator não escondia a animação em preparar números grandiosos para o grande imenso palco do Radio City.

Mais do que os membros da Wing e o host do evento, quem não poderia esconder a felicidade de estar lá era ninguém mais, ninguém menos do que eu! Esta foi a primeira vez que fui conferir pessoalmente o tão sonhado TONY Awards, e posso dizer que foi ainda melhor do que esperava! Me senti a própria Cinderela da noite. Apesar de não ser deslocada dentro da comunidade teatral de NY, nesta noite tive acesso um lado que ainda não havia visto de tão perto. Realmente não queria que acabasse nunca!

As portas do Radio City abriram às 17h45, então cheguei pontualmente às 18h15. Ao contrário do que esperava do grande tapete vermelho, os convidados (famosos e não famosos) se alinharam em uma fila ao redor do teatro para entrar. Alguns pararam para fotos e outros, como eu, foram direto ao lounge. Lá, era possível ver diversas celebridades, dos cinemas e dos palcos e alguns dos nossos queridos entrevistados que já passaram aqui pelo Funny Girl.

DSC00073A premiação funciona da seguinte forma: há um pré-show em que são entregues os prêmios técnicos, apresentados durante o intervalo do show oficial e através de trechos rápidos durante a transmissão ao vivo. Este ano os apresentadores do pre-show foram Jesse Tyler Ferguson e Jane Krakowski, que foram simplesmente incríveis e muito engraçados! O único problema  é que não há intervalo para o público que está sentado no teatro, porque tem sempre algo sendo filmado. No final das quase quatro horas de programa, até o diretor já brincava chamando a premiação de “The show that never stops”. Mas enfim, entre os prêmios técnicos, os mais emocionantes foram o de Jerry Mitchell por melhor coreografia e de Cyndi Lauper por trilha sonora original, ambos para o musical Kinky Boots. Jessy Tyler aproveitou a brecha para fazer referência a um dos maiores sucessos da cantora ao chamá-la ao palco para receber seu prêmio, dizendo: “Girl, you are going to have fun tonight!!!!”

O Opening Number de Neil Patrick Harris não poderia ser mais grandioso – inclusive este era o tema da música. Começando com uma homenagem a Once com ele como o personagem “Boy”, a performance contou com a presença das Drags de Kinky Boots, as divas de Motown e as crianças de Matilda e Annie, essas últimas ligando a canção às muitas referências sobre sua carreira que iniciou ainda criança. Sem contar na participação de Mike Tyson – que depois teve seu nome incluído em diversas piadas ao longo da noite!

DSC00077  DSC00082 DSC00086DSC00088

Este ano o tema especial do TONY foi Figurinos, então ao invés de personalidades do teatro musical irem apresentar alguns prêmios como acontece todos os anos, desta vez quem apareceu foram seus personagens – completamente caracterizados. Entre eles tivemos Velma Kelly, de Chicago, Boy e Girl de Once, os garotos de Newsies, Simba e Mufasa de The Lion King e Annie e Mr. Warbucks (o maravilhoso Anthony Warlow), de Annie.

Os musicais que estavam concorrendo aos prêmios fizeram apresentações ao vivo, como já é de praxe, porém este ano contou com algumas participações especiais fora do catálogo: Once e Phantom of The Opera. Queridos e muito premiados, os dois estão atualmente em cartaz na Broadway e apresentaram as canções “When your mind’s made up” e “Phantom of The Opera” (introduzida pelo incrível Hal Prince).

DSC00119Entre os números dos musicais indicados, é difícil escolher um melhor. Kinky Boots e Pippin com certeza entraram no palco já sendo os favoritos, mas de fato uma das highlights da noite não teve origem em nenhuma peça específica. Isso porque resolveram reunir atores um grupo de atores renomados na Broadway que atualmente se aventurar em seriados televisivos (musicais e não musicais), mas tiveram seus programas cancelados. O fato foi suficiente para formar uma apresentação hilária com uma canção meio que auto depreciativa pela sua triste realidade. Participaram do número Laura Benanti, Megan Hilty, Andrew Rannells e até Neil Patrick Harris, que aproveitou para tirar um sarro, já que é o único cuja série não apenas está no ar como já tem oito temporadas. Mesmo Will Chase não estando no palco, não escapou da piada e foi citado por uma amarga Laura Benanti que soltou uma invejinha por ele ao menos estar sendo indicado ao Tony. Tudo na brincadeira, é claro.

Os prêmios, como sempre, foram apresentados por algumas grandes lendas do teatro, destacando Patti Lupone e Bernardette Peters, além de celebridades do cinema e televisão que este ano estiveram em cartaz na Broadway, como Sally Fields, Matthew Broderick, Scarlett Johansson, Jake Gyllenhaal, Alan Cumming, Tom Hanks, Prefeito Bloomberg e Sigourney Weaver.

DSC00098 DSC00139

DSC00090DSC00134

O número In Memoriam foi embalado pela canção “True Colors”, cantada por Cyndi Lauper e homenageando principalmente o compositor Marvin Hamlisch. Já o número de encerramento se fez pelo tradicional rap de Neil Patrick Harris, resumindo todos os acontecimentos da noite. Este ano a música paródia da vez foi “Empire State of Mind”, que acabou se tornando um dueto com a ajudada deusa dos palcos Audra McDonald.

Sobre os premiados, ainda faremos um post em breve comentando os resultados, então não há necessidade de citar todos. Porém, é preciso dizer meus favoritos: Judith Light, Atriz Coadjuvante em uma peça; Andrea Martin, Melhor Atriz Coadjuvante em um Musical; Patina Miller, Melhor Atriz em Musical; Diane Paulus, Melhor Direção; Billy Porter, Melhor Ator em Musical; e claro, Kinky Boots como Melhor Musical.

DSC00163DSC00093

DSC00147DSC00165

Para conferir nossas galeria de fotos com mais de 30 imagens exclusivas da premiação clique AQUI! 😉

Tags: , , , ,


About the Author

Apaixonada por New York e pela Broadway, sou aquela pessoa que vê cinco peças em um fim de semana, acompanha revistas e sites de moda e frequenta o MOMA mais do que a academia. Além de correspondente do Funny Girl na Big Apple, trabalho em coaching e vivo pelo mundo competitivo das performing arts como cantora, atriz e ex-bailarina clássica.



Comments are closed.

Back to Top ↑