Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Minha noite com Patti LuPone, Meryl Streep e o Studio 54 - Funny Girl

Diretamente de NY lupone-articlelarge

Published on junho 23rd, 2012 | by Miriam Spritzer

0

Minha noite com Patti LuPone, Meryl Streep e o Studio 54

Como prometido, voltei cheia de novidades. E a primeira é o 54 Below, mais novo venue para a comunidade da Broadway, que na minha opinião é um dos lugares mais fantásticos que eu já fui.

A história é como um conto de fadas… era uma vez um grande time de produtores Tony Award winners (Tom Viertel, Marc Routh, Richard Frankel e Steve Baruch),  tiveram uma idéia de criar um segundo lar e um “nightclub” para a galera do teatro musical. Contrataram um time forte do meio para arrumar o lugar e conseguiram um chef de cozinha exelente, André J Marrero. E para completar o pacote, o fofíssimo Scott Wittman é a cabeça do creative team. No wonder it is a hit!

Além disso, estes produtores que não são bobos, chamaram os amigos talentosos para fazer pequenos cabaret shows, incluindo a diva Patti LuPone.

O show dela que era para ter sido apenas uma semana, fez tanto sucesso que estenderam por mais uma semana. No New York Times a crítica além de sugerir que este pequeno cabaret virasse um show regular na Broadway (o que eu acharia fantástico) destaca:

“Nowadays Ms. LuPone generates more raw excitement than any other performer on the Broadway and cabaret axis, with the possible exception of Liza Minnelli.”- Realmente, amo Patti, mas Liza é Liza!

Eu fui assistir a apresentação do dia 21 de junho à noite, que acredito ter sido a mais memorável para a casa. Além do fato de estar assistindo um dos maiores ícones do teatro musical em uma apresentação muito mais pessoal do que normalmente, o público ere cinco vezes menor do que em um teatro da Broadway, o público foi presenteado com a presença de Meryl Streep. Eu mais ainda, pois estava praticamente do lado dela, e sim, ainda estou em choque e durante o show tinha dúvida de quem assistir.

As atrizes são amigas de longa data e Patti não perdeu a oportunidade de fazer piadas com a amiga e até parou o show para fazer com que o público todo cantasse “Happy Birthday to You” para Meryl. Após este momento que eu chamo de “o dia em que cantei parabéns a Meryl Streep” e que guardarei para todo o sempre, Patti solta o comentário: “There is nothing more special then having a group of drunks singing you happy birthday in a bar”.

Bom, quem conhece Patti LuPone sabe que humor é algo que não a falta, ao contrário. A atriz sabe fazer graça de sí mesma como ninguém. Fez piada das grandes mudanças na Times Square, destacou como a Broadway mudou #NOT desde o seu início de carreira em Evita e Anything Goes. Além disso também aproveitou da sua capacidade de imitar sotaques para cantar típicas personagens italianas bem como interpretar Edith Piaf cantando “I Regret Everything”.

O repertório foi típico de um Jazz/Theatre cabaret show. O diretor Scott Witman selecionou músicas interessantíssimas e não tão usuais. Dos seus últimos músicais cantou “By The Sea” de Sweeney Todd “Invisible” de Women on a Verge of a Nervous Breakdown. Como a fã de Kurt Weil que sou, amei ela ter cantado “September Song” e “Pirate Jenny”. A grande surpresa musical da noite foi a sua interpretação de “Traveling Light”, mas o grande high, para mim, Meryl e todo o público foi obviamente o Encore/bis  foi ver ela cantando “Everything’s Coming Up Roses” de Gypsy, o que gerou ainda mais animação no público e fez com que a cantora voltasse e fizesse mais um encore, sem preparação e sem acompanhamento – porque obviamente não tinha sido combinado. A única outra vez que tinha presenciado algo parecido foi em Porto Alegre no show da Liza Minnelli em 2009. Simplesmente incrível!

O Below 54 segue com uma programação maravilhosa, incluindo noites de quartetos de jazz e open mics para os novos talentos da Broadway. Logo, logo vou tentar me aventurar por este palco também.

Tags: , , , , , , , ,


About the Author

Apaixonada por New York e pela Broadway, sou aquela pessoa que vê cinco peças em um fim de semana, acompanha revistas e sites de moda e frequenta o MOMA mais do que a academia. Além de correspondente do Funny Girl na Big Apple, trabalho em coaching e vivo pelo mundo competitivo das performing arts como cantora, atriz e ex-bailarina clássica.



Comments are closed.

Back to Top ↑