Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1291
Pelo Mundo: Bélgica - Funny Girl

Pelo Mundo Bélgica

Published on maio 2nd, 2015 | by Maiara Tissi

1

Pelo Mundo: Bélgica

Está a fim de dar uma passada ou ficar uma temporada na Bélgica? Nossa amiga Janina Stasiak, do blog Receita de Viagem, participa hoje da coluna Pelo Mundo para contar um pouquinho sobre sua vida em Bruxelas, na Bélgica, onde ela mora com o marido desde dezembro no ano passado.

Para onde?

Bruxelas, Bélgica

Rota:

Sede da União Europeia e da OTAN, Bruxelas é uma cidade globalizada. Daqui é fácil visitar outros países, pois está distante 3h30 de Paris, 2h30 de Amsterdam e menos de 5h de Londres (tempo em viagem de carro). Para incentivar o turismo local, nos finais de semana as passagens de trem para qualquer cidade da Bélgica custam a metade do preço, então estamos aproveitando este primeiro momentos para conhecer um pouco do país que tem muitos atrativos e cidades históricas.

Bélgica

Se prepare:

Há quem afirme que Bruxelas é uma cidade tediosa, mas penso que depende muito do humor e das preferências de quem visita a cidade. Nada que um roteiro bem elaborado não resolva! Por isso, seguem as nossas dicas para quem quer conhecer Bruxelas e aproveitar muito!

  • Chuva e vento: quando o tempo não está bom aqui em Bruxelas, a dica é munir-se de um casaco impermeável com capuz, pois o vento acaba com qualquer guarda-chuva;

  • Muito além da Grand Place: ao contrário do que muito pensam, Bruxelas tem atrativos para todos os gostos. Muitos parques, museus, igrejas históricas, excelentes restaurantes e muitos atrativos relacionados ao universo da cerveja e dos quadrinhos e desenhos (para quem não sabe, Tintin e os Smurfs são daqui!). Há muito o que fazer além de conhecer os pontos turísticos.

Ponto turístico imperdível:

A Grand Place. Pode ser o mais clichê, mas é lindo. Cada vez que se vai até lá, observa-se um detalhe diferente que não havia notado antes. Os prédios antigos são belíssimos e merecem um olhar bem demorado. Sem contar que sempre tem alguma coisa acontecendo na praça e arredores.

Bélgica

Achado:

Duas descobertas que tive na cidade: Christmas Markt e Abattoir.

O Mercado de Natal foi realmente uma novidade para mim. Por vários dias, do começo de dezembro até o primeiro final de semana de janeiro, a parte central e história da cidade recebe barracas de comida, artesanato, souvenirs e bebidas não só da Bélgica, mas de várias partes do mundo. O Christmas Markt de Bruxelas é o que fica por mais tempo funcionando em toda a Europa. Todos encerram atividades na véspera de Natal e o daqui segue funcionando até janeiro.

O Abattoir é o histórico abatedouro da cidade, que durante a semana comercializa carnes para revenda e nos finais de semana, é aberto para o público em geral. O lugar representa o ápice do multiculturalismo presente por toda a cidade, pois lá circulam pessoas de todo tipo de nacionalidade, vendendo ou comprando desde alimentos, até roupas, artigos para casa e objetos de segunda mão.

Vale a pena conferir:

A comida! Não somente os gaufres (wafles belgas, sente-se o cheiro adocicado vindo de vans de alimentos com quadras de distância!) e os chocolates, mas também os inúmeros restaurantes da cidade. Como costumam dizer por aqui, a comida na Bélgica tem a qualidade francesa e as porções generosas dos alemães. E tem restaurante para todo tipo de paladar e orçamento. Sem contar que a Bélgica é o país com maior concentração de restaurantes com estrelas Michelin do mundo.

E a cerveja! Há quem não aprecie o chamado pão líquido, mas se não tem restrições quanto a bebidas alcoólicas, deve provar algumas das mais tradicionais, disponíveis em todos os bares, restaurantes e pubs da cidade. Alguns dos pratos mais tradicionais do país levam alguma variação da bebida.

Momento inesquecível:

A primeira vez que passei pela Rue Neuve (principal região de compras da cidade e uma das ruas mais movimentadas de Bruxelas. De longe é possível notar o mar de gente que circula por ali nas horas de pico). Pode parecer algo simplório, mas fiquei encantada com a diversidade de idiomas que eu podia identificar ao percorrer uns poucos metros.

Bélgica

Meu depoimento:

Quando visitamos a Bélgica em 2013, foi muito por conta de algo que é bem tradicional para eles: a cerveja. Nós produzíamos cerveja artesanal em Porto Alegre e aqui descobrimos o quanto esta bebida é importante na história e na cultura dos belgas. Eles tem um orgulho imenso por serem criadores de algumas das melhores cervejas do mundo.

Em 2014, durante a busca por uma oportunidade de trabalho que nos levasse a viver e ter experiências morando em outro país, surgiu esta que nos trouxe a Bélgica. Costumo dizer que a Bélgica nos escolheu, pois não estávamos procurando em nenhum lugar específico. E até o momento, estamos curtindo muito.

As pessoas que conhecemos são muito amáveis, os belgas tem um senso de humor incrível (o que dizer de uma cidade que tem como maior atração turística, uma estátua de menos de 50cm fazendo xixi?!), a cidade é bem movimentada e sempre se tem muito o que fazer!

Por isso fica a recomendação: se for de Amsterdam para Paris ou Londres, programe-se por pelo menos 2 dias em Bruxelas. Ainda mais nesta época do ano, onde a cidade é revestida de flores!

Bélgica

Bélgica

Bélgica

Bélgica

Bélgica - Grand Place

Tags: , , , , , , , ,


About the Author

Criadora e editora-chefe do site Funny Girl. Apesar de ter prestado vestibular para Rádio e TV e adorar dar uma de jornalista, Maiara é cineasta por formação. Residente em São Paulo, suas grandes paixões são o cinema e o teatro, embora também não resista a um bom livro e seja levemente viciada em seriados de televisão.



One Response to Pelo Mundo: Bélgica

  1. Adorei!
    Obrigada pela oportunidade.

    Beijo grande e bom trabalho!

Back to Top ↑