Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Pelo Mundo: Eslováquia - Funny Girl

Pelo Mundo Eslováquia

Published on janeiro 10th, 2014 | by Camilla Muller

0

Pelo Mundo: Eslováquia

Here I am again! Às vezes descobrimos pérolas em lugares que dificilmente pensaríamos em conhecer, e Bratislava, capital da Eslováquia, foi um belo achado! Localizada bem no coração da Europa, a cidade fica perto de grandes centros Europeus, como Budapeste, Viena e até Praga, deixando o acesso relativamente fácil.

Essa proximidade é muito boa para cidade, mas também meio que afasta o turista, pelo simples fato da competição. Muitas pessoas criticam Bratislava por ela não ser tão atraente quanto outras grandes capitais da região, mas Blava tem um charme muito especial, e merece ser visitada e apreciada! Ótimas paisagens e bons preços fazem da cidade uma ótima pedida.

Eslováquia

Como chegar? Bratislava tem um aeroporto, mas ele age como “suporte” de Viena, especialmente com operadoras low cost. É bem mais fácil ir por terra e sugiro a viagem de trem. De Budapeste foram duas horas de viagem e de Viena a viagem é de apenas 45 minutos! Saindo da estação de trem, é só seguir em linha reta em direção ao centro (sempre indicado por placas). Logo, se chega na Old Town.

O que visitar? A cidade antiga está um brinco! Super conservadinha, com um ar bem pitoresco e cheia de estátuas para brincar de tirar fotos! Uma enorme quantidade de artistas também enfeitam as ruas, atraindo uma quantidade gigante de turistas.

O castelo de Bratislava talvez seja a atração mais conhecida da cidade. Ele fica num morro, o que o torna bem onipresente na paisagem da cidade, e não é difícil de achar o início da subida. O importante é ter fôlego e disposição (meus pés e coração que o digam), mas independente do cansaço, a vista dali paga todo o esforço! Super digno de fotos e vídeos. O castelo em si é branco e pálido, sem muita graça, mas existe um museu lá dentro para quem tem tempo de visitá-lo.

A praça central de Bratislava é uma fofura! Um coreto sempre com bandas animam os cafés cheios de turistas disfrutando de ótimos momentos.

O restaurante UFO fica no topo da Ponte Nova (e sim, ele tem o formato de um OVNI!!). Dá para obviamente se pagar uma refeição, e também existe a opção para tirar fotos lá de cima.

A casa branca Eslovaca é a residência oficial do país, ela contém um jardim muito fofo para relaxar e fazer um piquenique!

E é claro, aproveitar a vista do Danúbio! Sentar nas margens e apreciar a vista é tudo de bom.

Eslováquia

Compras: A cidade é tão boa para comprar roupas e afins quanto Praga e Viena, então não há um diferencial muito gritante. Mas a comida e bebidas são bem baratas lá, o que pode ajudar caso você esteja fazendo só um bate pronto por lá. Também é obrigatório comprar lembrancinhas nas várias feiras que existem nas praças da cidade.

Pontos de atenção: Existem alguns trombadinhas que focam em grupos de turistas. Cautela é sempre bom! Um outro ponto de atenção é que a cidade “esvazia” no fim da tarde, especialmente pelas pessoas estarem indo para outros destinos (ou retornando para casa), o que meio que é um alerta para voltar pra casa.

Gostei bastante de conhecer Blava, e apesar dos vários relatos negativos na internet, a cidade me surpreendeu bastante. Todos foram bem acolhedores, a locomoção é fácil e apreciei uma das melhores vistas da minha vida! Dei dicas da cidade aqui, mas o meu relato sobre o meu off day em Bratislava se encontra no meu blog, clicando aqui:)

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

Eslováquia

 

Tags: , , , , , , , ,


About the Author

Eu sou Camilla Müller, nasci e cresci em Manaus, e desisti da faculdade de Odontologia para estudar Economia e me dedicar a um sonho de trabalhar na ONU. Enquanto esse momento não chega, viajo para alguns lugares e sempre procuro compartilhar experiências de alguma maneira. Cresci em um ambiente multicultural em casa, com foco nas minhas ascendências da Alemanha e da Colômbia, das quais tenho muito orgulho de pertencer!



Comments are closed.

Back to Top ↑