Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1292
Pelo Mundo: Estônia - Funny Girl

Pelo Mundo

Published on janeiro 10th, 2013 | by Maiara Tissi

1

Pelo Mundo: Estônia

Nosso amigo Bruno Bruel morou por uns tempos na Estônia e conta um pouquinho pra gente das belas paisagens e das farras que viveu por lá! 😉

DSCN1288 (2)

Para onde: Estônia

Rota: Não foi uma viagem turística, mas morando em Tallinn (capital), acabei conhecendo vários outros lugares na Estônia em viagens esporádicas, como as ilhas Saaremaa e Hiiumaa (esta última foi onde passei o Jaanipäev, o principal feriado do país, em homenagem ao dia mais longo do ano, em julho, quando o sol não se põe), a praia Pärnu (a mais badalada, com festas e spas) e a cidade universitária Tartu. Também pude ir a alguns lugares próximos à capital, além de fazer uma viagem de bicicleta de três dias pelo sul do país, passando por diversos lugares no meio do nada, os quais eu nunca vou lembrar o nome. 🙂

Se prepare: Se for no inverno, além do óbvio frio, se prepare para ver o sol por apenas duas ou três horas por dia, o que pode ser bastante depressivo a médio prazo. Se prepare também para ser tratado como alguém especial pelo simples fato de ser de origem latina, algo raro por lá. Por fim, tendo amigos estonianos, se prepare para aceitar convites pouco usuais, como entrar sem roupa em uma sauna seca a 90°C com eles, depois sair e se jogar na neve, depois voltar pra sauna, sair de novo…

Ponto turístico imperdível: O fluxo de turistas à Estônia se resume basicamente à capital, Tallinn, e seu extraordinário centro histórico medieval muito bem conservado e integrado às construções modernas, cheio de opções de lazer. Em segundo plano e em escala bem menor, fica a praia de Pärnu, bastante movimentada no verão e com atrações como spas e festas. Os demais locais e atividades que eu conheço e experimentei são o que eu classificaria como “alternativos” e, por mais que eu os recomende para os amigos mais aventureiros, não poderiam jamais ser chamados de “turísticos”.

PENTAX DIGITAL CAMERA

Achado: Este lugar é um achado tão grande que, via de regra, nem os próprios estonianos o conhecem: Rummu, uma prisão soviética desativada e parcialmente submersa em uma represa de águas verdes, cercada por uma colina de escavação mineral, a 50 minutos de Tallinn. Simplesmente extraordinário. Tenho até minhas dúvidas se não é ilegal ir lá, o que torna o lugar ainda mais fascinante. Porém, só vale a pena visitá-la no verão.Vale a pena conferir: As panquecas a preço justíssimo do Kompressor na Old Town em Tallinn, os velhos bêbados locais cantando ao som de gaita no Valli Bar (onde se bebe o tradicional drink apimentado Millimallikas), as noites de terça no Club Holywood e o Free Walk Tallinn com muita história.

Dicas extras: Desde 2011, Tallinn está na rota da RyanAir, o que a torna um destino financeiramente viável para quem está na Europa, e o país adota o Euro desde o mesmo ano. Quem vai pra lá costuma querer ir também à Helsinki, na Finlândia, o que é um desperdício de tempo, pois não tem nada interessante para fazer lá. O que vale a pena fazer em termos de sequência de viagem é ir de cruzeiro a Estocolmo, o que é surpreendentemente barato, além de bonito e conveniente, e também ir a São Petersburgo, de ônibus ou trem.

Momento inesquecível: Foram seis meses de muitos momentos inesquecíveis, mas escolhendo um rapidamente, cito o dia em que fui a uma delegacia acompanhar minha colega de trabalho que havia perdido os documentos e acabei “convidado” a participar de uma sessão de reconhecimento de criminosos, como um dos suspeitos. Tirei as clássicas fotos segurando uma plaquinha com um número de registro (daria um dedo para vê-las), fui assediado por um dos suspeitos – que não falava inglês, mas por mímica entendi que queria dinheiro pra comprar comida, e passei pelo reconhecimento da vítima por detrás do espelho. Por sorte, ela não me escolheu, assinei uns documentos que não faço idéia o que diziam, e fui liberado.

028Meu depoimento:

Fui para a Estônia em 2010 trabalhar em uma trading company que negociava carnes congeladas, ficando lá por cerca de seis meses, através de uma organização internacional da qual fiz parte, a AIESEC. Fui tão bem recebido e tratado pelos estonianos, e me senti tão parte daquela cultura tão particular, desconhecida, e praticada por tão pouca gente (a população do país todo é menor do que a da minha cidade, Porto Alegre: 1,3 milhões de habitantes) que posso dizer tranquilamente que a Estônia é meu segundo local favorito no mundo, mesmo já tendo morado e visitado muitos outros lugares, a maioria bem mais bonitos. 🙂

Álbum de Viagem:

Moinhos em Saaremaa

Moinhos em Saaremaa

Castelo de Kuressaare, capital de Saaremaa.

Castelo de Kuressaare, capital de Saaremaa.

Pärnu

Pärnu

Celebrando o Jaanipäev, feriado nacional em homenagem ao dia mais longo do ano.

Celebrando o Jaanipäev, feriado nacional em homenagem ao dia mais longo do ano.

Stalin: humor em camisetas sobre a influência soviética

Stalin: humor em camisetas sobre a influência soviética

Esculturas de gelo em Vabaduse Väljak, a Praça da Independência

Esculturas de gelo em Vabaduse Väljak, a Praça da Independência

Tallinn Old Town

Tallinn Old Town

Em Vabaduse Väljak, a Praça da Independência

Em Vabaduse Väljak, a Praça da Independência

Tags: , , , , ,


About the Author

Criadora e editora-chefe do site Funny Girl. Apesar de ter prestado vestibular para Rádio e TV e adorar dar uma de jornalista, Maiara é cineasta por formação. Residente em São Paulo, suas grandes paixões são o cinema e o teatro, embora também não resista a um bom livro e seja levemente viciada em seriados de televisão.



One Response to Pelo Mundo: Estônia

  1. Adoro esses lugares não muito usuais, e até mesmo esquecidos quando o assunto é turismo. Eles acabam sendo os mais especiais, deu pra perceber isso pelo depoimento. Interessante, adorei as dicas.

Back to Top ↑