Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1222
Timothée Chalamet doará salário de filme com Woody Allen - Funny Girl

Cinema Timothée Chalamet

Published on Janeiro 16th, 2018 | by Maiara Tissi

0

Timothée Chalamet doará salário de filme com Woody Allen

Considerado uma das grandes revelações do meio cinematográfico de 2017, o ator Timothée Chalamet sai das sombras de pequenos papeis em seriados como Homeland e filmes como Homens, Mulheres e Filhos para se destacar em Me Chame pelo seu Nome e Lady Bird, dois dos filmes mais falados na corrida do Oscar deste ano.

Os trabalhos recentes de Chalamet já lhe renderam algumas premiações, notoriedade e, o que viemos falar aqui: O papel principal no próximo filme do diretor Woody Allen. Ao lado de Selena Gomez, o ator faz o grande par romântico que se encontra em Nova Iorque, cenário favorito e aclamado do diretor, em A Rainy Day in New York.

Tudo estaria perfeito, não fosse o passado controverso do diretor, que voltou à tona nas últimas semanas. Apesar de ser pouco falado em meio aos lançamento praticamente anuais de seus novos longas, Woody Allen é uma das figuras do meio cinematográfico que está mais envolvido em polêmicas familiares. Além de estar há anos casado com quem um dia foi filha adotiva de sua ex-esposa (a atriz Mia Farrow), Allen já recebeu criticas bastante duras – e públicas – de seu filho Ronan Farrow e foi acusado de abuso por sua filha Dylan Farrow. Ainda que nenhum boletim de ocorrência tenha sido feito e não existam provas concretas contra o diretor, existe uma desconfiança velada sobre sua vida pessoal.

Ou, pelo menos, costumava ser velada. Enquanto o mundo passa por uma revolução de vítimas que enfim tem coragem de erguer sua voz contra seus abusadores, o meio de entretenimento americano toma a frente de denúncias contra praticantes de assédio que por muitos anos vivem suas carreiras através da vista grossa de colegas e medo de suas vitimas.

Ainda divulgando Me Chame pelo seu Nome, Timothée Chalamet vem sendo perguntado em sobre sua posição em relação ao movimento Time’s Up e sobre trabalhar com o diretor. Até hoje, o jovem ator tinha sido um pouco evasivo, afirmando que quando chegasse o momento de divulgar A Rainy Day in New York ele falaria sobre o assunto, ainda que deixando claro que tinha sim o que dizer.

Parece que este “deixar para depois” não estava mais dando certo, afinal, o questionamento tem ficado cada vez mais frequente, especialmente após a cerimônia do Globo de Ouro, noite em que Hollywood se reuniu em prol do movimento #TimesUp.

Na manhã de hoje (ou madrugada de ontem em Los Angeles), o ator fez uma declaração oficial – e bastante pessoal – em sua conta do Instagram:

Timothée Chalamet

“Este ano mudou a maneira como vejo e sinto muitas coisas; Tem sido emocionante e, por vezes, uma educação iluminadora. Até agora, tenho escolhido projetos pela perspectiva de um jovem ator tentando traçar os caminhos de atores consagrados que admiro. Mas tenho aprendido que um bom papel não deve ser o único critério para aceitar um trabalho – isso tem ficado muito mais claro para mim nos últimos meses, tendo presenciado o nascimento de um movimento poderoso que tem a intenção de terminar com a injustiça, a desigualdade e, acima de tudo, o silêncio.

Tenho sido perguntado em algumas entrevistas recentes sobre minha decisão de trabalhar em um filme com Woody Allen no último verão. Não posso responder esta pergunta diretamente por obrigações contratuais. Mas posso dizer isso: Não quero lucrar com meu trabalho no filme, e por isso, vou doar todo meu salário para três causas de caridade: TIME’S UP, The LGBT Center in New york e RAINN. Quero ser digno de estar ao lado de artistas corajosos que estão lutando para que todas as pessoas sejam tratadas com o respeito e dignidade que merecem.”

Vale lembrar que enquanto a lista de artistas mulheres se declarando a favor de tais movimentos é realmente muito grande, não podemos dizer o mesmo dos homens hollywoodianos. Basta reparar nos discursos de agradecimento nas premiações que aconteceram até agora. Poucos deles, seja na posição que for, fizeram uma declaração como esta.

A Rainy Day in New York também conta com Ellen Fanning, Diego Luna e Jude Law e tem estreia prevista para este ano, ainda sem datas concretas. Será que o filme sai mesmo?

Vejam algumas imagens de bastidores:

 

*Publicação em parceria com o site Dammit.

Tags: , , , , , , ,


About the Author

Criadora e editora-chefe do site Funny Girl. Apesar de ter prestado vestibular para Rádio e TV e adorar dar uma de jornalista, Maiara é cineasta por formação. Residente em São Paulo, suas grandes paixões são o cinema e o teatro, embora também não resista a um bom livro e seja levemente viciada em seriados de televisão.



Comments are closed.

Back to Top ↑