Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-content/themes/gonzo/includes/widget_areas.php on line 154 and defined in /var/www/html/funnygirl.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 1291
Tribeca Film Festival - Funny Girl

Cinema

Published on maio 16th, 2012 | by Miriam Spritzer

1

Tribeca Film Festival

O final do mês de abril em Nova Iorque foi marcado por um dos principais eventos da cidade, o 10º TriBeCa Film Festival. Durante muitos anos eu ouvi falar do festival e achava ser uma das coisas mais cools para se fazer na cidade. Como este ano pude conferir de perto o tão famoso evento, não poderia deixar de dividir com vocês os melhores momentos. Segue o texto feito para o Débora Tessler Conteúdo e Relacionamento

Este evento é um não tão típico festival cinema, nele são lançados documentários, filmes de curta e longa metragem e, principalmente, filmes independentes. O interesse para estes filmes independentes participarem do evento é que além de mostrar o trabalho para uma considerável quantidade de pessoas, podem receber um feedback de um público altamente qualificado, e também ser vendidos para estúdios maiores ou distribuidoras alcançando assim as massas através das salas de cinema tradicionais. Além disso também há uma forma de premiação no final dos dez dias de festival.

O festival foi criado em 2002 em resposta aos ataques de 11 de setembro de 2001, com o intuito de aumentar o investimento e vitalidade do bairro TriBeCa, desde então é considerado um dos principais eventos da industria do entretenimento. Além disso, o festival tem o intuito de incentivar a industria cinematográfica mundial e o publico geral a redesenhar as típicas mostras de filmes. O sucesso do festival também é relacionado ao apoio de seu fundador, o ator Robert de Niro e de outros grandes nomes no cinema bem como os maiores estúdios e marcas que tendem a investir em filmes como Chipotle, American Express e GE.

Mais do que as mostras de filmes que ainda não estão em meios comerciais, uma das coisas mais interessantes de se fazer num festival como este é participar dos painéis de discussões e as palestras que são proporcionadas no evento. Este ano eu consegui participar de três delas.

A primeira foi uma bate-papo com o ator Robert de Niro e o produtor e diretor Judd Apatow sobre os 100 anos da Universal Studios. Os dois contaram um pouco das suas trajetória na industria cinematográfica e das suas participações no estúdio bem como a importância de desenvolver novos talentos neste meio que está sofrendo por falta de novas idéias. É desnecessário comentar o quão interessante foi a conversa dos dois, mas mais do que o assunto foi extremamente divertido assistir a não combinação de personalidades, De Niro sempre mais sério sobre o assunto e Apatow não poderia ser mais engraçado.

A segunda palestra foi um pouco mais séria, foi um painel com os diretores da GE, American Express, Chipotle e o direto de cinema Brett Ratner sobre a presença de marcas em filmes e como isso pode influenciar no comportamento do consumidor. Lá apontaram o principais erros e acertos das marcas e dos filmes ao promover alguma marca, além de terem destacado que diversos comerciais estão sendo produzidos no formato de filmes curta-metragem o que fortalece a identidade da marca.

E a última palestra foi uma conversa da atriz Susan Sarandon com o diretor Michael Moore sobre documentários e a situação política do país. Este painel, apesar do bom humor dos dois participantes teve um foco bastante político, uma vez que os dois são criadores de opinião nessa área e sempre participam de eventos e discussões políticas. Também trataram sobre a distribuição de documentários independentes, como estes se transformam no decorrer de sua produção, mas o principal foco da conversa foi a importância de realmente passar uma mensagem em um documentário para que seja sério mas ao mesmo tempo entretenimento.

Tags: , , , , , , , , , ,


About the Author

Apaixonada por New York e pela Broadway, sou aquela pessoa que vê cinco peças em um fim de semana, acompanha revistas e sites de moda e frequenta o MOMA mais do que a academia. Além de correspondente do Funny Girl na Big Apple, trabalho em coaching e vivo pelo mundo competitivo das performing arts como cantora, atriz e ex-bailarina clássica.



One Response to Tribeca Film Festival

  1. Pingback: “Mansome”, um filme para macho. Ou não. « Blog Funny Girl

Back to Top ↑